• Édi Willian Moreira dos Santos

1/3 da Comissão do Impeachment responde por acusações criminais no STF



Nesta terça-feira (08), a chapa de oposição formada para analisar o impeachment de Dilma Rousseff impôs uma grande derrota para o governo. A oposição mostrou que possui maioria de parlamentares para julgar o processo. Porém o processo foi paralizado pelo ministro Luiz Edson Fachin, para que a forma com que foi feito a escolha da comissão seja analisada.

Dos 61 deputados escolhidos em votação tensa no plenário da Câmara, ao menos 20 respondem a inquéritos (investigações preliminares) ou ações penais (processos que podem resultar em condenação) no Supremo. Os dados foram levantados pelo site Congresso em Foco.

A chapa, formada basicamente por parlamentares pró-impeachment, foi eleita pela maioria do plenário, derrotando as indicações apoiadas pelo governo. O colegido será formado por 65 titulares e 65 suplentes. O restante de seus integrantes seria definido nesta quarta-feira.

Veja abaixo a relação dos integrantes da comissão do impeachment que respondem a inquérito ou ação penal no STF, as suspeitas que recaem sobre eles e os seus esclarecimentos:

PSDB – Titulares: Nilson Leitão (PSDB-MT) Rossoni (PSDB-PR) Shéridan (PSDB-RR) Suplentes: Izalci (PSDB-DF) Rocha (PSDB-AC) Rogério Marinho (PSDB-RN)

SD – Titular: Paulinho da Força (SD-SP) Suplente: Genecias Noronha (SD-CE)

PPS – Titular: Alex Manente (PPS-SP) PSC – Titular: Pastor Marco Feliciano (PSC-SP)

PMDB – Titular: Flaviano Melo (PMDB-AC) Suplente: Geraldo Resende (PMDB-MS)

PTB – Titular: Benito Gama (PTB-BA)

PSD – Titular: Delegado Éder Mauro (PSD-PA) Suplente: Silas Câmara (PSD-AM)

PP - Titulares: Jair Bolsonaro (PP-RJ) Jerônimo Goergen (PP-RS) Luiz Carlos Heinze (PP-RS) Suplente:

Roberto Balestra (PP-GO)

PSB – Titular: Danilo Forte (PSB-CE)


0 visualização0 comentário