• Édi Willian Moreira dos Santos

Afastamento de funcionários termina em confusão na Câmara de Borrazópolis


A câmara de Borrazópolis, entregou nesta quinta-feira 14 de fevereiro de 2019 um documento em que pede o afastamento de dois servidores públicos municipais que estão sendo investigados e acusados de supostas irregularidades relacionados à adulteração ou falsificação de holerites, que é um demonstrativo impresso de vencimentos, que pode servir como comprovante de renda.


Após a suposta adulteração, o documento falso teria sido utilizado para fazer empréstimos bancários, além de outras situações que estão sendo devidamente apuradas. Os documentos foram entregues no final da tarde desta quinta (14) no MP em Faxinal, que estará dando sequência na apuração dos fatos e uma sindicância foi aberta e deve ocorrer a formação de uma comissão eu estará ajudando nestes próximos dias a analisar o processo em que foi aberto.


Os dois funcionários negam as acusações e disseram que vão provar na justiça a sua inocência. Nomes não foram divulgados, até que terminem a apuração dos fatos. 


CONFUSÃO

Ainda na manhã desta quinta-feira (14) houve um tumulto que terminou com a presença da polícia militar e todos foram encaminhados para a delegacia para prestar esclarecimentos. O motivo segundo relatos seria a alegação dos dois funcionários não terem acatado as ordens dos vereadores e houve um “bate boca” entre os parlamentares, funcionários e o assessor jurídico que estava acompanhando a situação.


Segundo o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, um vereador teria sido agredido com uma garrafada de plástico no rosto pela esposa de um dos funcionários. Outros funcionários que apesar de não estarem envolvidos na confusão, também foram conduzidos para o destacamento, após a situação para prestar depoimentos sobre o que realmente ocorreu.

Informações: Wellygton Jhonis

26 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon