• Édi Willian Moreira dos Santos

Animalar publica nota de esclarecimento sobre casos de maus tratos em Faxinal


A prisão foi efetuada pela Polícia Civil após várias denúncias de vizinhos e conhecidos da moradora da residência. Segundo os denunciantes a senhora espancava os animais diariamente, deixava sem água como castigo, e a alimentação era insuficiente.


DEPOIS de efetuada a condução da senhora residente na casa até a delegacia a Animalar foi convocada a ir até o local para testemunhar a situação de maus tratos. Somos TESTEMUNHAS e NÃO SOMOS DENUNCIANTES.


Após conferida a situação de maus tratos o delegado dr Ricardo Mendes solicitou que a Animalar ficasse responsável por ALIMENTAR E CUIDAR dos animais que estavam na residência.


Após proferida a decisão do juiz os animais em questão agora estarão disponíveis para adoção.


São ao todo 54 cães (fêmeas, machos, adultos e filhotes) e 17 gatos.


TODOS ESSES ANIMAIS AGORA PRECISAM DE AJUDA E DE NOVOS LARES.


A referida senhora era conhecida por ser protetora de animais, porém a situação em que se encontravam os animais não condizia com isso. Por várias vezes a Animalar tentou ajudá-la mas sem sucesso. Não permitia nossa entrada nem aceitava ração ou qualquer outro tipo de ajuda.


A referida senhora aparentemente apresenta algum distúrbio psicólogico, para o qual a prefeitura também ofereceu ajuda da equipe de saúde mental que também não foi aceita por ela.


Todos precisam de ajuda, a moradora e os animais. E estamos a disposição para ajudar no que for necessário.


E só para constar EUTANÁSIA SÓ É PERMITIDA PARA ANIMAIS COM DOENÇAS INCURÁVEIS OU TERMINAIS. OUTRO CASO FORA ISSO É CRIME.

257 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo