• Édi Willian Moreira dos Santos

Após briga com esfaqueamento homem é detido por embriaguez em Ivaiporã


Após uma briga começar em um bar de Jardim Alegre, terminou na cidade de Ivaiporã com prisão por embriaguez ao volante.


Era por volta das 20h30min, onde a polícia foi acionada por haveria uma briga generalizada nas proximidades a um bar, onde a polícia encontrou um homem com diversos ferimentos na cabeça, rosto, mãos e pernas oriundos de arma branca, apresentando muito sangramento e relatava que havia sido agredido por varias pessoas e estava na presença de seu tio quando ambos foram atacados.


A Rotam logrou êxito em abordar três dos autores, onde um apresentava um ferimento de grande proporção na cabeça (supercilio esquerdo) e também foi encaminhado para receber atendimento medico.


A polícia em patrulhamento, procurando os autores, visualizou um Golf, onde o condutor havia se envolvido na briga, onde o motorista afirmou que a briga teve inicio porque dois dos agressores teriam ido cobrar uma divida de droga do vulgo irmãozinho, divida esta que era com a pessoa o condutor do veiculo Golf. Sendo que foi possível notar que o condutor ao visualizar presença da equipe policial parou bruscamente o veiculo, sendo então que diante da ocorrência anterior e ainda com o visível excesso de nervosismo, foi realizado abordagem e constatado que haviam 03 homens no veículo, o qual se mostrou muito arrogante, falante e com hálito alcoólico durante abordagem.


Sendo então oferecido a ele o teste do etilometro, porém enquanto a equipe esperava pelo bafômetro, foi informado ao mesmo que o veiculo seria recolhido, tendo em vista as condições do veiculo, momento em que o condutor desacatou a polícia dizendo: "pode levar seus peidolas" e saiu correndo a pé pela via que é de cascalho, porém a fuga se deu por cerca de 30 metros, onde o mesmo veio a tropeçar nas pedras e cair ao solo, fato que deixou o mesmo com varias escoriações pelo corpo, ato continuo ao receber voz de prisão.


Diante do fato este recebeu voz de prisão por desacato e resistência e ao realizar o teste do bafômetro aferiu 0,51, sendo o considerado 0,46, sendo então encaminhado a 54ª delegacia.

17 visualizações0 comentário