• Édi Willian Moreira dos Santos

Após racha na AMUVI, Associação Central dos Municípios é criada em Ivaiporã



Prefeitos e vice-prefeitos da região se reuniram para fundar a Associação Central dos Municípios, na segunda-feira (23), na sala de reuniões da Acisi (Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Ivaiporã).

Um dos objetivos foi reunir consenso para desenvolver a região. Os prefeitos e vice-prefeitos se posicionaram favoravelmente por aclamação e assinaram a ata referente à criação da Associação Central dos Municípios, que a princípio congregará os municípios de Ivaiporã, Manoel Ribas, Cruzmaltina, São João do Ivaí, Lidianópolis, Lunardelli, Arapuã, Jardim Alegre, Ariranha do Ivaí, Nova Tebas, Godoy Moreira e Cândido de Abreu.

Marcaram presença, o prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, vice-prefeito de Manoel Ribas, Moacir Comunello, representando a prefeita Elizabeth Stipp Camilo, diretor do Departamento de Agricultura, Pecuária, Indústria, Comércio e Turismo de São João do Ivaí, João Aparecido Frez, representando o prefeito Fabio Hidek, prefeito de Lunardelli, Reinaldo Grolla, prefeito de Lidianópolis, Adauto Mandu, prefeito de Ariranha do Ivaí, Augusto Cicatto, prefeita de Cruzmaltina, Luciana Bueno, prefeito de Arapuã, Deodato Matias, prefeito de Godoy Moreira, José Gonçalves, prefeito de Jardim Alegre, José Roberto Furlan, não compareceu por estar em Curitiba, mas deixou claro a participação dele, prefeito de Nova Tebas, Clodoaldo Fernandes dos Santos, prefeito de Cândido de Abreu, José Maria Reis Junior.

Augusto Cicatto afirmou que a região ganhou mais representatividade com a criação da Associação Central dos Municípios. “Estive em Curitiba e fui muito bem recebido com status de membro da Associação Central dos Municípios. Percebi um excelente acolhimento por parte do Governo do Estado”, contou o prefeito de Ariranha do Ivaí.

Para Adauto Mandu trata-se de um passo muito importante para desenvolver a região. “Inclusive, acredito que a Associação Central dos Municípios deveria ter sido criada há mais tempo. Parabenizo os prefeitos que concordam com a criação e tenho certeza que, se nos mantivermos unidos, a região será muito beneficiada”, opinou Mandu.

A Associação Central dos Municípios nasce com algumas propostas, como a construção do Hospital Regional, cuja obra iniciará no dia 6 de novembro, abatedouro de frango, duplicação da Rodovia PR-466, entre Mauá da Serra e Pitanga, estadualização e pavimentação da estrada que liga Godoy Moreira e Jardim Alegre, passando por Lunardelli e pelo distrito do Jardim Florestal, construção da ponte sobre o Rio Ivaí, ligando Grandes Rios e Jardim Alegre, estrada ligando Arapuã e Nova Tebas e a regionalização do aeroporto em Manoel Ribas.

Segundo os prefeitos, a Associação Central dos Municípios pretende, a cada 90 dias, fazer macros reuniões com a Amocentro (Associação dos Municípios do Centro do Paraná) e também com a Amuvi (Associação dos Municípios do Vale do Ivaí). “Acertamos com o presidente da Amocentro, Marcel Jaire Mendes, a realização de macros reuniões em parceria com as 3 associações, reunindo os 47 municípios do centro do Paraná”, acrescentou Miguel Amaral, que espera que o presidente da Amuvi, Beto Preto, também seja favorável às macro reuniões.

Fonte: Jornal Repórter do Vale


0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon