• Édi Willian Moreira dos Santos

Cansado de ser assaltado brasiliense deixa recado para ladrões


Irritado depois de ter a casa furtada duas vezes em menos de três meses, um brasiliense afixou duas faixas com mensagens inusitadas na porta de casa: na primeira, diz que não há mais nada no local para ser furtado; na segunda, ironiza afirmando que deixaria dinheiro na caixa de correio para que criminosos não arrombassem mais o portão de casa.

De acordo com o bombeiro hidráulico da Companhia de Saneamento do Distrito Federal Emanoel Costa, o prejuízo nas duas ocasiões soma R$ 8 mil.

"Proponho ao ladrões: ao invés de trocar portas e fechaduras todo mês, eu faria uma contribuição voluntária. Deixava na caixa de correios todo mês. Desta forma ficaria mais barato", diz uma das faixas.

O crime aconteceu em Águas Lindas, no Entorno do DF para onde o homem se mudou por considerar o custo de vida mais acessível. Costa conta que, no primeiro furto, os assaltantes entraram pelo terreno vizinho à casa, que está abandonado. “Eles levaram roupa feminina, cosméticos, perfume”, disse. “O que tinha de mais valor eles levaram, está vazio.”

O homem cortou então o mato e gastou R$ 1,2 mil para pôr grades e novas fechaduras. O investimento não foi suficiente, e na semana passada o bombeiro hidráulico teve a casa furtada novamente. Segundo a vítima, uma TV de 51 polegadas, um tablete, um computador, utensílios domésticos, micro-ondas, botijão de gás e roupas foram levados.

O bairro onde Costa mora, no Jardim Pérolas 2, não é asfaltado, o que dificultaria o patrulhamento da polícia. Além disso, segundo o morador, a iluminação no local é precária.

Fonte: G1


2 visualizações0 comentário
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon