• Édi Willian Moreira dos Santos

Casamento real atrai milhares de turistas e aquece economia britânica



Basta uma busca rápida em um site de reservas de hotéis para perceber que conseguir alojamento em Windsor neste fim de semana não é tarefa fácil, nem barata. A pequena cidade de 26 mil habitantes receberá milhares de turistas de todas as partes do mundo que irão acompanhar o casamento do princípe Harry, 33 anos, com a atriz norte-americana Meghan Markle, 36 anos.

Nessa quinta-feira, sites de reserva indicavam vagas em apenas três hotéis da cidade para este sábado, data do casamento. E as diárias variam entre 260 e 430 euros (algo em torno de R$ 1 mil a R$ 1.700). E o movimento dos curiosos não é apenas em Windsor, mas também na capital Londres, que fica a cerca de 35 km de distância. A expectativa é de que 100 mil pessoas se desloquem até o local para tentar ver algum detalhe das bodas.

A partir das 13h (horário local), os recém-casados farão um percurso desde a Capela de São Jorge, onde será realizada a cerimônia religiosa (com início às 12h), até o Castelo de Windsor na carruagem real. O trajeto, que deve durar cerca de 25 minutos, consiste em um pequeno tour pela cidade de Windsor, passando pela Avenida Long Walk e voltando ao castelo.

Durante todo o percurso, telões estarão transmitindo imagens ao vivo para o público.

Com tantos curiosos e admiradores, as linhas de trens terão o dobro de vagões em funcionamento para tentar atender a demanda. As autoridades recomendam que os turistas carreguem o mínimo de bagagens para agilizar as revistas de segurança e que se desloquem com bastante antecedência para evitar frustração.

Para os que forem de carro, a orientação é reservar antecipadamente vagas de estacionamento e esteja ciente do fechamento das estradas ao longo da rota da procissão, a partir das 22h de hoje (18), véspera da cerimônia.

Fonte: Agência Brasil

#CasamentoReal

0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon