• Édi Willian Moreira dos Santos

Conselho de Ética aceita processo contra Eduardo Cunha



Mesmo com tentativas de manobras para impedir que seu processo fosse julgado pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) teve seu processo disciplinar com pedido de cassação do presidente da Casa. Com isso, o peemedebista terá até dez dias úteis para apresentar a sua defesa prévia. A aprovação se deu por 11 votos a 10, após o presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), dar o voto de minerva e desempatar o placar.

Cunha é investigado na operação Lava-Jato, suspeito de ter ocultado contas bancárias na Suíça e de ter mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras no ano passado.

Veja como votaram os integrantes do Conselho de Ética: Contra Cunha Betinho Gomes (PSDB-PE) Fausto Pinato (PRB-SP) José Carlos Araújo (PSD-BA) Júlio Delgado (PSB-MG) Leo de Brito (PT-AC) Marcos Rogério (PDT-RO) Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS) Paulo Azi (DEM-BA) Sandro Alex (PPS-PR) Valmir Prascidelli (PT-SP) Zé Geraldo (PT-PA) A favor de Cunha Cacá Leão (PP-BA) Erivelton Santana (PSC-BA) João Carlos Bacelar (PR-BA) Maurício Quintella (PR-AL) Mauro Lopes (PMDB-MG) Ricardo Barros (PP-PR) Sérgio Moraes (PTB-RS) Washington Reis (PMDB-RJ) Wellington Roberto (PR-PB) Vladimir Costa (SD-PA)


2 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon