• Édi Willian Moreira dos Santos

Corpo de mulher foi encontrado dentro de uma fossa em Ivaiporã


O corpo de uma mulher de 29 anos foi encontrado dentro de uma fossa de oito metros em uma propriedade rural de Ivaiporã, no norte do Paraná, nesta segunda-feira (12). Carina Teixeira estava desaparecida desde 25 de agosto, quando deixou o filho de três anos em uma creche. De acordo com a Polícia Civil, o ex-marido dela, Miraldo Moraes Pedreira, é suspeito de ser autor do crime. Pedreira está preso temporariamente há uma semana.

O advogado Marcello César Pereira Filho, que representa Miraldo Moraes Pedreira, informou que o cliente nega participação ou autoria do crime. “Ele solicitou que a investigação seja aprofundada, pois acredita que seja outra pessoa que matou a ex-mulher”, disse o advogado.

O delegado Gustavo Dante afirma que algumas provas indicam que Pedreira foi o responsável pelo homicídio.

“Ele nega o crime desde o dia que foi preso, mas acredito que ele é um psicopata. Ele tentou levantar um álibi, lançou uma mensagem nas redes sociais oferecendo R$ 5 mil para quem localizasse a Carina, mas já sabíamos que tinha algo errado. O corpo foi localizado no sítio onde ele morava com a família”, explica o delegado de Ivaiporã. Carina estava separada de Miraldo Pedreira há dois meses. Desde essa época, ela morava sozinha com os dois filhos, de 10 e 3 anos. Antes, a família morava em uma propriedade rural. Segundo a Polícia Civil, a vítima deixou o marido porque foi agredida e ameaçada de morte por Pedreira. “Carina tinha uma medida protetiva contra o ex-marido, pois os familiares relataram que ela tinha sido agredida algumas vezes. Para a polícia o crime está praticamente elucidado”, enfatiza Gustavo Dante.

O corpo e os documentos da vítima estavam escondidos embaixo de entulhos, cobertores e veneno foi jogado para disfarçar o cheiro. Uma perícia deve indicar qual foi a causa da morte. O delegado Gustavo Dante detalhou ainda que, após a conclusão do inquérito, deve indiciar Pedreira por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Fonte: G1

Foto: G1 e Bolg do Berimbau


12 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon