• Édi Willian Moreira dos Santos

Dois homens foram detidos acusados de embriaguez ao volante em Borrazópolis


Dois homens foram detidos acusados de embriaguez ao volante em Borrazópolis nesta sexta-feira (10).


O primeiro caso aconteceu na Rua São Paulo, onde a polícia avistou a motocicleta Yamaha YBR 125, de cor prata, placa de Maringá, cujo condutor dirigia em ziguezague pela via. Quando abordado o homem foi identificado e contatado que não possui habilitação. Após consulta documental, constatou-se que a motocicleta possui débitos junto ao DETRAN, além de apresentar péssimo estado de conservação. O condutor ao receber voz de abordagem, ao descer da motocicleta, caiu ao solo juntamente com a moto, indagado se este havia ingerido bebida alcoólica, afirmou que sim, que teria bebido algumas doses de pinga. Foi oferecido ao mesmo realizar o teste do etilômetro, o qual optou por realizar, então o aparelho aferiu a quantia de 0,88 mg/L, sendo considerada a quantia de 0,81mg/L, configurando o crime de trânsito.


Diante dos fatos, ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado juntamente com a motocicleta até o DPM de Borrazópolis e posteriormente até a 53ª DRP de Faxinal, para as devidas notificações e providências.


O outro abordado foi na Praça da Republica, a polícia avistou um veículo Parati, de cor prata, de Borrazópolis, cujo condutor conduzia em ziguezague e acelerando fortemente. Ao perceber a presença da viatura policial, este estacionou o veiculo onde foi abordado e identificado como um homem de 26 anos, que não possuiu habilitação.

Após consulta documental, foi constatado que o veículo não apresenta débitos junto ao DETRAN, porém o sistema DETRAN consta placa Mercosul, e o veículo apresenta placas do modelo anterior. Durante a abordagem foi notado que o condutor apresentava sinais claros de embriaguez, como dificuldade no equilíbrio, hálito etílico, fala enrolada, agressividade, dispersão, desordem nas vestes. Questionado, o condutor relatou que havia ingerido bebida alcoólica, mais precisamente 08 cervejas. Oferecido ao mesmo realizar o teste do etilômetro, este optou por não realizar, momento em que recebeu voz de prisão, vindo a resistir à ordem legal com empurrões e força física, onde foi necessário o uso de força moderada e algemas para contê-lo.

Posto isto, condutor e veículo foram encaminhados até o DPM de Borrazópolis, onde fora confeccionado o termo de constatação de sinais de alteração de capacidade psicomotora, e posteriormente até a 53ª DRP de Faxinal, para as providências cabíveis quanto aos fatos. No DPM de Borrazópolis, enquanto eram confeccionados os documentos referentes ao fato, este ainda desacatou a equipe policial, onde gritou por diversas vezes, “vamos embora seus **”.

39 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon