• Édi Willian Moreira dos Santos

Em discurso no RJ, Lula diz que errou por não ter regulado a imprensa



Em discurso na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), nesta sexta-feira (11) o ex-presidente Lula(PT) afirmou que ele e a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) erraram por não terem levado em frente o projeto de regulação dos meios de comunicação.

Além de críticas ao trabalho da imprensa, Lula disse que a estratégia da oposição (PSDB) acabou por parir a candidatura de Jair Bolsonaro (PSC-RJ). "A Dilma errou e eu errei quando não fizemos a regulação dos meios de comunicação. Eles têm que saber que eles vão ter que trabalhar muito para não deixar que eu volte a ser candidato. Se eu for candidato, eu vou ganhar e vou fazer a regulação dos meios de comunicação", afirmou Lula.

Dilma não deixou que os projetos de regulamentação da mídia fosse realizados no seu primeiro mandato, porém a intenção era regular no segundo mandato, porém com o impeachment não deu certo. O controle de imprensa iria contra a liberdade de expressão e consequentemente contra a constituição do país, a última vez que existiu controle de imprensa no Brasil, foi durante a ditadura militar.

Para Lula, a maneira de vencer as eleições de 2018 é a esquerda "juntar os cacos" e se unir para duelar com Bolsonaro e a onde de direita que está crescendo no país.

Dilma também discursou e alfinetou o hoje pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. "Eles [PSDB] são tão irresponsáveis que acabaram por viabilizar o que há de mais conservador neste país, que é o Bolsonaro", disse ela.

Quase chorando, Lula afirmou que o juiz Sergio Moro, os procuradores do Ministério Público Federal e Polícia Federal não seriam "mais honestos" do que ele.


21 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon