• Édi Willian Moreira dos Santos

Em visita ao TCE-PR, Pelé repete apelo histórico pela infância e a educação



No início da noite desta quarta-feira (16 de novembro), no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), Pelé repetiu um apelo histórico que fez há 47 anos, em favor da infância e da educação. Alvo das atenções de um Maracanã lotado, em 19 de novembro de 1969, ele dedicou o milésimo gol de sua carreira às crianças.

"Aquele não foi o gol mais bonito, mas foi o mais importante, porque tive a oportunidade de despertar a atenção para a educação." O milésimo gol do craque foi de pênalti, em jogo do Santos contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro. "Podemos fazer um País melhor se continuarmos trabalhando pela educação", repetiu nesta terça o incansável Edson Arantes do Nascimento, aos 76 anos, em palestra no Tribunal de Contas sobre a importância do esporte na formação do cidadão.

Pelé aproveitou viagem que fez a Curitiba para visitar o TCE-PR pela segunda vez. A primeira foi em 19 de junho de 2007, quando foi homenageado durante as comemorações de 60 anos do órgão de controle externo. Na capital paranaense, ele participou de atividades do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe, que tem seu apoio; e do Programa Esportivo Lúdico Escolar (Pelé), do qual é supervisor. Desenvolvido pelo Instituto Esporte e Educação, o Programa Pelé forma professores para incentivar a prática esportiva e a cidadania entre alunos dos ensinos fundamental e médio.

Prioridade à infância

"É uma honra e uma alegria receber em nossa casa alguém que dispensa apresentações, aqui e em todo o mundo", declarou o presidente do TCE-PR, conselheiro Ivan Bonilha, ao recepcionar o atleta, considerado o brasileiro mais conhecido internacionalmente. Bonilha enfatizou que Pelé se notabilizou pela defesa do uso do dinheiro público prioritariamente na educação e no atendimento à infância, "proposta que deve guiar todo administrador público".

Ex-locutor esportivo, que entrevistou e narrou gols memoráveis de Pelé, o conselheiro Nestor Baptista conduziu um bate-bola verbal com o jogador. Além de relembrar o milésimo gol e repetir o apelo em favor das crianças, o maior jogador de futebol da História elogiou a atuação do técnico Tite à frente da Seleção Brasileira. "Ele conseguiu dar personalidade à equipe."

Também destacou o trabalho de Vilas Olímpicas que desenvolveu em comunidades pobres quando foi ministro do Esporte, entre 1995 e 1998, durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "Onde o programa foi implantado, conseguiu reduzir a criminalidade infantil a quase zero", afirmou. Ele se declarou esperançoso e confiante com o País. "Hoje o Brasil é respeitado no mundo todo. Tenho a honra de ter contribuído com isso. O mundo inteiro está passando por momentos difíceis e temos que acreditar sempre".

Fotos e autógrafos

Apoiado por um andador - a que chamou de sua "nova chuteira" - e recuperando-se de uma cirurgia no quadril, Pelé atendeu jornalistas e fãs com simpatia. Deu autógrafos e posou para fotos com crianças e adultos.

Autor: Diretoria de Comunicação Social

Fonte: TCE/PR


1 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon