• Édi Willian Moreira dos Santos

Estudo sinaliza tendência de queda nos casos de dengue


A análise de taxa de incidência da dengue no Paraná sinaliza para a tendência de queda nos índices da doença no Estado. Nas últimas semanas, 20 municípios que estavam em situação de alerta ou em epidemia não apresentaram novos casos autóctones confirmados e estão com a taxa de incidência zerada.


A avaliação considera dados pontuais coletados nas últimas quatro semanas de monitoramento (semanas 17, 18, 19 e 20).


“Os dados são preliminares, mas podem ser comprovados graficamente pelos números que os próprios municípios enviam para a Secretaria”, disse o secretário de Estado Saúde, Beto Preto. Ele afirma, porém, que a dengue segue como uma das maiores preocupações do Governo do Estado. O Paraná ainda está em epidemia da doença e o trabalho da Vigilância Epidemiológica é constante nas 22 Regionais de Saúde, apoiando todos os municípios em ações de prevenção e controle. “Esses números demonstram que o trabalho efetivo de campo vem dando resultado”, afirma.


Além do apoio técnico, os 20 municípios elencados nesta análise receberam ou estão recebendo recursos financeiros por meio de Resoluções da Secretaria (números 190, 227, 345 e outra a ser publicada) que repassam investimentos de cerca R$ 8 milhões no combate e controle do vetor da dengue para todas as regiões.


No acumulado do período de agosto do ano passado até 18 de maio são 180.340 casos confirmados de dengue, 12.633 a mais que a publicação anterior, conforme boletim semanal divulgado nesta terça-feira (19).


Faxinal desacelerou e fechou a semana com 285 casos de dengue, um acréscimo de 15 casos em relação a semana anterior, bem abaixo da média registrada entre os meses de abril e início do mês de maio, que chegaram a registrar mais de 50 casos em uma mesma semana.

AEN

11 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon