• Édi Willian Moreira dos Santos

Faxinal terá mutirão de limpeza contra a dengue de 01 a 05 de fevereiro



As Secretarias de Saúde, Obras e Viação e Serviços Urbanos do município de Faxinal, se uniram para a realização de um grande mutirão de limpeza, com objetivo de eliminar focos e criadouros do mosquito da Dengue.

O mutirão inicia-se na segunda-feira 01/02 e vai até sexta-feira 05/02 e contará com a colaboração da população faxinalense, a qual deverá efetuar a limpeza em seu imóvel, terrenos, e demais e depositar os materiais em frente aos seus endereços, na rua, as equipes estarão recolhendo com os maquinários. O mutirão seguirá o cronograma:

01/02 - Segunda-feira

Jardim Adram

Jardim Nossa Senhora de Fátima

Jardim São Pedro

Jardim Novo Faxinal

Jardim J Kuri

Região da CATIVA (Av. Eugênio Bastiani)

02/02 - Terça-feira

Vila Nova

Vila Velha

Jardim Pinguim

Cemitério

Jardim Santa Helena

Jardim Los Angeles

03/02 - Quarta-feira

Conjunto Padre João Carlos

Conjunto Francisco Fink

Conjunto Vitor Mendes Portela

Conjunto Nutrimil

Conjunto JK

Conjunto Vale Verde

Conjunto Pedro Gonçalves da Luz

04/02 - Quinta-feira

Jardim Garcia

D.E.R

Machadinho

Entrada da Vila Imperatriz

Região do Hospital Municipal

05/02 - Sexta-feira

Centro da cidade entre as ruas Antônio Garcia da Costa (Nutrimil) à Igreja Maria Mãe da Unidade.

A Secretaria de Saúde espera uma grande redução de mosquitos, que se multiplicaram desenfreadamente com esse período longo de chuvas não só na cidade, mas em toda região.

O Secretário de Saúde Francisco Ferreira (RAL), pede encarecidamente a participação da comunidade faxinalense nesse mutirão, pois, através dessas ações, ficaremos mais protegidos contra a Dengue.

Até o fechamento desta, o secretário confirmou 21 notificações, todas com bloqueio e aplicação de veneno realizada, não existe ainda confirmação legal de nenhum caso de Dengue no município em 2016, lembrando que mesmo que o paciente faça sorologia em laboratório particular, a Secretaria de Saúde não pode confirmar se não houver exame com resultado do LACEN/PR.

Caso você saiba de algum lugar que está servindo de criadouro do mosquito, denuncie na Vigilância Sanitária, e caso estiver com dores de cabeça repentina, febre, dores nas articulações, nos olhos, procure imediatamente uma unidade de saúde, para que seja realizada a notificação, o bloqueio e o tratamento.

A Tribuna Digital que já cobrou muitas vezes o poder público, se solidariza com esse movimento e pede que a população também colabore para manter a nossa cidade segura contra o mosquito Aedes Aegypti.

Vamos dar um basta na Dengue!



0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon