• Édi Willian Moreira dos Santos

Handebol feminino é ouro no Pan e garante vaga na Olimpíada de Tóquio


O Brasil encerrou a noite de terça-feira (30), sétimo dia de competições nos Jogos Pan-Americanos de Lima, com mais duas medalhas, uma de ouro e uma de bronze – no decorrer do dia, os brasileiros já tinham conquistado sete. O ouro veio do handebol feminino, após um clássico de tirar o fôlego entre Brasil e Argentina.


As brasileiras confirmaram a hegemonia na modalidade vencendo as argentinas de virada, por 30 a 21, diante de um ginásio lotado. Além de faturar o ouro e o hexacampeonato no handebol, as brasileiras asseguraram presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.


A noite terminou bem, mas o início foi difícil para as atletas brasileiras: o nervosismo marcou o começo do jogo e, em vários momentos, a seleção ficou atrás no placar. Além de falhas na defesa, o Brasil errou bolas fáceis no ataque e esbarrou na excelente atuação da goleira Mirasol Carratú. Apesar das dificuldades, a seleção conseguiu equilibrar a partida e foi para o intervalo com um empate em 12 a 12.


O segundo tempo foi totalmente diferente: as brasileiras voltaram à quadra determinadas e mostraram por que eram as  favoritas ao hexa. Logo aos 2 minutos, o Brasil assumiu a frente do placar, com um gol de Patrícia, e rapidamente ampliou a vantagem para 20 a 15. Daí em diante, o domínio foi verde e amarelo até a vitória final por 30 a 21.

Entre os destaques em quadra, brilharam a goleira Renata, de apenas 20 anos, e a jogadora Deonise, a única do elenco campeã em quatro edições do Pan.

Fonte: Agência Brasil

4 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon