• Édi Willian Moreira dos Santos

Homem bebe o dia todo com mulher e agride ela em Lunardelli



Na noite deste domingo (07), por volta das 23h30min, a policia militar foi acionada para ir até ao Hospital Maternidade Lunardelli, onde im homem tinha agredido uma mulher.

Segundo informações, a policia deslocou até o hospital maternidade Lunardelli, onde deparou-se com várias pessoas aterrorizadas com as atitudes de homem de 61 anos, tendo em vista que conforme o relato da solicitante este passou a tarde toda ingerindo bebida alcoólica em sua companhia, no entanto, após ingerir diversas doses de cachaça e cerveja ele começou a injuriá-la e ameaçá-la também o acusado ameaçou a vítima com uma faca de cozinha, contudo, foi contido por seus familiares, neste momento a irmã da solicitante passou mal e teve que ser levada para o hospital por seu marido, o qual também levou a vítima por motivos de segurança.

Ao chegar no hospital o autor já encontrava-se no local, momento este em que ele voltou a ameaçá-la e novamente foi contido pelos funcionários do hospital, os quais também foram injuriados e em razão do perigo iminente acionaram a polícia militar que deslocou até o local, porém o mesmo já havia se evadido , contudo após alguns minutos o mesmo passou na frente do hospital em alta velocidade com seu veículo VW gol, placas AHL-9084 colocando em risco a vida dos demais transeuntes que estavam transitando pela via, de pronto a equipe iniciou o acompanhamento tático com sinais luminosos e sonoros, entretanto, todos foram ignorados pelo condutor que continuou efetuando diversas manobras perigosas afim de evadir-se da abordagem policial, o mesmo parou o veículo no quintal da residência da vítima e tentou fugir.

Contudo foi abordado pelos policiais que foram obrigados a utilizar o uso seletivo e progressivo da força para conter o acusado que estava extremamente alterado e não obedeceu nenhuma das ordens, além de resistir a prisão debatendo-se, desferindo socos contra a parede e colocando em risco a integridade física tanto dele quanto dos policiais que foram obrigados a utilizar técnicas de imobilização e a algema com fulcro na súmula 11 do STF, foram realizadas buscas no acusado e em seu veículo, todavia, nada de ilícito foi encontrado, também foi ofertado ao mesmo a realização do teste etilo métrico, o qual constatou 0,77 mg/l, também ameaçou os policiais de morte logo após foi encaminhado para a delegacia de São João do Ivaí, foram confeccionados os autos de infração de trânsito e todas as medidas cabíveis foram tomadas.


18 visualizações0 comentário
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon