• Édi Willian Moreira dos Santos

MST bloqueia rodovias em protesto contra o impeachment no Paraná


Movimentos Sociais que compõe a Frente Brasil Popular, saíram em defesa da presidente Dilma Rouseff na manhã sexta-feira (15), vários grupos de todos o Brasil organizam protestos contra o impeachment da presidente. Segundo o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, o ato ocorre em todo o país com interdição de rodovias, liberação de pedágios e protestos.

As manifestações foram iniciadas as 6h30min e segundo integrantes dos movimentos sociais, as rodovias deverão ser interditadas até o final da tarde de domingo.

No Paraná, até o momento existem 6 pontos de interdição, a fila na pista sentido Curitiba chegou a mais de dez quilômetros. Os manifestantes protestavam contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que será votado neste fim de semana. Eles carregavam faixas com os dizeres "Não vai ter golpe, vai ter democracia!". Os participantes também queimaram pneus na rodovia.

Confira a lista de interdições registradas em estradas do Paraná:

1) Curitiba (BR 277, quilômetro 100, interdição total promovida pelo Movimento Popular de Moradia, com cerca de cem manifestantes, entre 6 e 8 horas da manhã); 2) Nova Laranjeiras (BR 277, quilômetro 476, interdição total desde as 8 horas, cerca de mil integrantes do MST); 3) Jacarezinho (BR 153, quilômetro 1, interdição total desde as 9 horas, cerca de 200 integrantes do MST); 4) Cascavel (BR 277, quilômetro 568, manifestação desde as 9 horas, cancelas abertas por aproximadamente 500 integrantes do MST); 5) São Miguel do Iguaçu (BR 277, quilômetro 704, bloqueio total, alternado com liberações intermitentes, desde as 9h30, MST); 6) Mauá da Serra (BR 376, quilômetro 295, interdição total, cerca de 400 integrantes do MST).


3 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon