• Édi Willian Moreira dos Santos

Muita confusão na noite em São João do Ivaí



Na madrugada deste domingo (12), por volta das 00h20min, na Rua Corifeu de Azevedo Marques, no centro de São João do Ivaí, dois homem foram presos após arrumarem muita confusão na cidade.

Segundo informações, o proprietário de uma Choperia ligou no celular do Policial, o qual estava de folga, dizendo que estava na frente da Choperia um indivíduo conhecido e que este estaria portando uma arma de fogo e efetuou um disparo. O homem também falou para o solicitante que o comentário é que o suspeito iria roubar o estabelecimento.

A Polícia Militar se deslocou ao local com o apoio da viatura do CPU da 6ª CIPM e ao chegar no local recebeu ligação no celular da viatura, onde a pessoa que não quis se identificar relatou que quem efetuou o disparo com a arma de fogo foi outro indivíduo de 18 anos que estava nas imediações da Choperia, o qual possuí em seu desfavor um Mandado de Busca Apreensão e Internação expedido.

As equipes realizaram patrulhamento e o indivíduo foi localizado na Rodoviária Municipal, sendo dada voz de abordagem, onde de pronto ele obedeceu e passou a falar pra quem tava perto: "fica tranquilo, perdeu, perdeu", em seu bolso foi localizado uma porção de substância aparentando ser "maconha" pesando 4,6 gramas (quatro gramas e seiscentos miligramas), porém começou aglomerar no local muitas pessoas, onde algumas mulheres sendo uma dizendo ser irmã do indivíduo de 18 anos e passaram a gritar: "não bate nele" e outros dizeres, momento em que o indivíduo passou a resistir a abordagem, foi informado que seria encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil por estar com Mandado em seu desfavor passou a tentar se desvencilhar da equipe reagindo com chutes e socos, teve que ser dominado e algemado por apenas um policial enquanto os outros tinham muito trabalho para afastar a multidão que agora se formava tentando resgatar o preso.

O jovem foi colocado no camburão onde desferiu muitos chutes na parte interna do camburão, sendo que causou danos na fibra do camburão. Enquanto isso, entre os que estavam aglomerando para atrapalhar o serviço das equipes de serviço estava o "Zé Barbosa", que recebeu voz de abordagem, foi submetido à busca pessoal e nada de ilícito foi encontrado com ele, foi informado que era preciso ser checada sua situação junto ao sistema SESP Intranet e este passou a se exaltar, olhava para os policiais e dizia: "o que você quer comigo, pega eu", passou a encarar um dos Policiais e proferir ameaças e desacatos contra o Policial, momento em que recebeu voz de prisão pelo crime de desacato, então o cidadão de 31 anos, que não possui o braço esquerdo o que dificulta aplicar técnicas de imobilização nos braços, falou que não iria ser preso e passou a desobedecer as ordens legais emanadas pela equipe, tentou agredir um dos policiais e ofereceu muita resistência, vindo a cair ao chão junto com a equipe, mesmo a todo o momento sendo informado pelos policiais que estava sendo conduzido para ser ouvido na Delegacia pelo Delegado, este dizia que não iria ser preso e continuava a desferir chutes e socos, sendo que um dos chutes acertou o rosto de um dos Policiais, o que causou lesão.

Vale ressaltar que a todo o momento alguma pessoa passava por trás dos policiais que estavam tentando fazer a detenção do indivíduo. Após muita resistência o indivíduo de 31 anos foi colocado no camburão da viatura VW/ Parati. As equipes deslocaram para a Delegacia com os presos e muitas pessoas foram atrás para inflamar contra as equipes. Sendo que parte dos policiais teve que ficar ao lado de fora da Delegacia fazendo a segurança, enquanto outro ajudava o Investigador de plantão a cuidar dos presos.

O indivíduo de 18 anos na Delegacia permaneceu por muito tempo xingando e ameaçando os Policias, este foi colocado num local fora ao lado do convívio dos presos, onde ele desferiu muitos chutes contra a porta de ferro, deixando a porta destruída, o que causou danos. O indivíduo de 18 anos permaneceu por este tempo algemado pelo fato de não deixar os Policiais chegarem perto, ele estava extremamente violento e agressivo, se debatia muito e proferia ameaças contra os Policiais, também tentava relatar um álibi pela sua agressividade, dizia: "que um dos policiais estavam batendo em sua irmã", sendo que este policial que ele falava não estava no local.

O indivíduo de 31 anos ficou ao lado de fora aguardando e passou a falar por várias vezes: "vocês só me prenderam por que eu estava desarmado, se não eu iria atirar em vocês" configurando ameaça contra as equipes. Quando a equipe da ROTAM chegou para ajudar a abrir a porta da cadeia para guardar o preso de 18 anos, o indivíduo de 31 anos que estava na parte da frente aguardando para ser ouvido no Termo Circunstanciado e não estava algemado, aproveitou um descuido dos Policiais e adentrou ao local, e foi visualizado pelos Policiais passando um celular para os detentos, não foi possível reaver o aparelho de celular pelo pouco efetivo e a falta de equipamentos necessários.

O indivíduo de 31 anos cometeu os crimes de: Desacato, Desobediência, Resistência, Ameaça, Lesão Corporal e o crime de passar celular par os detentos. O indivíduo de 18 anos cometeu os crimes: Desobediência, Resistência, Desacato, Ameaça, Drogas Para o Consumo Pessoal e Dano Qualificado. Também foi dado fiel Cumprimento ao Mandado de Busca e Apreensão.

No camburão da viatura o indivíduo de 18 anos deixou um relógio de marca Stainless Steel de cor dourada que foi entregue na Delegacia junto com a droga e os presos. O indivíduo de 31 anos tinha em sua carteira uma quantia de R$ 562,00 (quinhentos e sessenta e dois) em diversas notas, sendo esta quantia foi entregue na Delegacia.


3 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon