• Édi Willian Moreira dos Santos

Mulher é presa levando cocaína de Apucarana para Ivaiporã



O serviço de inteligência da polícia militar, conhecido como P2, conseguiu prender neste sábado (17), uma mulher que estava dentro de um ônibus da Expresso Nordeste, onde uma transportava uma substância análoga a cocaína.

A mulher seguia de Apucarana para Ivaiporã, onde iria entregar a droga para um traficante que se encontra preso na Cadeia Pública de Ivaiporã. Essa mulher era Francisca Aparecida Venâncio, 53 anos, que estava transportando o entorpecente.

A Polícia Militar recebeu a informação que Francisca estava indo de Apucarana para Ivaiporã, transportando a referida drogas, a polícia então montou a operação, que acabou sendo executada na cidade de Jardim Alegre, na Rua Getulina, onde foi feita a abordagem do ônibus e a acusada foi detida.

Ela ainda tentou dispensar 188 gramas de cocaína, mas foi flagrada e confessou o crime. Segundo a moça afirmou afirmou que estava sendo obrigada a transportar a droga de Apucarana a Ivaiporã, porque um ex-namorado dela teria contraído uma dívida com o traficante, e este estava cobrando o saldo devedor. A moça afirmou que ao chegar em Ivaiporã, iria ligar para um celular avisando e que uma pessoa buscaria a droga para entregar ao comprador, que é presidiário.

Diante desta informação esta equipe acompanhou Francisca até a rodoviária de Ivaiporã, onde ela fez contato com o número apontado, sendo que foi informado que a esposa de quem havia comprado a droga encontraria com Francisca na Panificadora Big Pão, em frente a rodoviária, onde seria repassado dinheiro pela pessoa que iria buscar a droga.

Francisca foi então até a panificadora e aguardou, onde logo apareceu Jeane da Silva Demtechuk, 25 anos, que é esposa do suposto traficante. Jeane, a qual também recebeu voz de prisão e já era conhecida do meio policial, por causa de denúncias de tráfico na Vila Monte Castelo, ela é esposa de Claudinei Martins, o "Tinga" que encontra-se preso em Ivaiporã por tráfico de drogas, Jeane no momento, disse se chamar Karine e que seu marido trabalhava na Coamo.

Francisca ainda mostrou algumas conversas que teve via aplicativo whatsapp com o traficante que a enviou, ficando claro que estava trazendo droga e que a esposa do traficante iria pegar a droga. após as diligências, as duas presas foram apresentadas a delegacia de polícia para providências, bem como a droga apreendida, que totalizou 188g, e ainda em torno de R$ 700,00 em espécie. Foram apreendidos ainda três celulares apreendidos, dois de Francisca e um de Jeane.


0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon