• Édi Willian Moreira dos Santos

Mulher mais velha do mundo pode estar em Rio Branco do Ivaí


Uma senhora nascida na cidade de Reserva e moradora da cidade de Rio Branco do Ivaí, foi destaque no Blog do Wellyngton Jhonis e no Portal G1, essa semana. A senhora Jesuina dos Santos Cardoso, de 120 anos, moradora de Rio Branco do Ivaí, está concorrendo o titulo de mulher mais velha do mundo.

O processo está sendo realizado pelos representantes da “Gerontology Research Group” no Brasil, que realiza estes levantamentos. “O processo de validação funciona da seguinte forma, estamos levantando os documentos dos três períodos distintos da vida dela, que, como a prova da certidão de Nascimento e Batismo, e encaminhamos ao escritório do Guiness Book nos Estados Unidos” frisou o mediador.

“Usualmente, o processo de validação solicita no mínimo 3 documentos, um de cada período acima, porém para casos acima de 115 anos, pede-se todos os documentos evidenciais possíveis” complementou.

No caso de “Jesuína dos Santos Cardoso”, aos 120 anos, aos ser reconhecida, será merecedora dos seguintes títulos:

2ª pessoa mais velha da História das Américas

Pessoa mais idosa viva desde 2 de maio de 2011

Pessoa mais velha da história do Brasil, além de desbancar o titulo da atual italiana de apenas 116 anos e ser uma das 4 ultimas sobreviventes do século XIX no mundo.

“A validação é um processo aonde o correspondente precisa provar através da história e de documentos que a pessoa nascida em 1896, é a mesma viva hoje. Por isso estes documentos e evidencias de inicio meio e fim, precisam ser bem consistentes para que ela seja aceita” comentou o mediador ao repórter Wellyngton Jhonis.

“No caso de dona “Jesuina”, vai ser comparado a desenvolver uma tese de doutorado e assim que tivermos este reconhecimento oficial será anunciado na página oficial do Guiness Book, assim como inclusa na lista oficial do GRG.

Um feito muito importantes, pois somente duas pessoas até hoje viveram mais de 118 anos, e esta senhora de Rio Branco do Ivaí, será noticia no mundo inteiro” finalizou o mediador.

Dona Jesuína viveu um caso curioso a pouco tempo atrás, o INSS parou de pagar a aposentadoria a idosa pois imaginada que a idosa estivesse morta, então coube a família pegar Dona Jesuína e levar até o INSS de Apucarana para provar que a senhora estava viva.

Informações: Blog do Wellyngton Jhonis/ Jornal Reporter do Vale


14 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon