• Édi Willian Moreira dos Santos

O “amor bandido” leva Polícia Civil de Ivaiporã prender mulher com maconha na vagina


O chamado “amor bandido” levou a Polícia Civil de Ivaiporã a prender em flagrante por tráfico de droga mais uma mulher que tentou ingressar na carceragem da 54ª Delegacia de Polícia Civil, nesta quarta-feira, dia 8 de junho – dia de visita aos presos. Desta vez, o delegado Gustavo Dante deu voz de prisão, por volta das 14h00, a Fabiana Ferreira, 24 anos, após tentar ingressar na carceragem com 45 gramas de maconha escondidas na vagina (envolvidas numa camisinha). A droga tinha como destinatário o preso André Honório Moreira – marido de Fabiana Ferreira. Gustavo Dante contou que recebeu uma denúncia anônima, informando que Fabiana Ferreira iria ingressar na carceragem com maconha escondida na vagina. Mediante a informação, o delegado alertou a agente de cadeia Cleonice Falqueveoz, que identificou a suspeita e sugeriu que ela entregasse a droga. Caso contrário, Fabiana Ferreira seria encaminhada ao Pronto Atendimento Ivaiporã, onde faria um exame ginecológico. No entanto, Fabiana Ferreira admitiu que transportava a droga e retirou da vagina, em ambiente adequado, e na presença da agente Cleonice Falqueveoz. “É lamentável constatar que as algumas pessoas continuam tentando ingressar na carceragem da 54ª Delegacia de Polícia Civil com droga escondida no corpo, sabendo que se trata de tráfico de droga. Portanto, não se poder alegar desconhecimento da lei. Por isso, Fabiana Ferreira foi autuada em flagrante, por tráfico de drogas – conforme o Artigo 33 da Lei 11.343/06”, declarou o delegado Gustavo Dante, informando que a pena por tráfico de drogas varia de 5 a 15 anos. Gustavo Dante disse que a droga poderia ser para consumo ou comercialização entre os presos. “Considero amor bandido o fato de um preso arriscar a liberdade da própria esposa, que, nesse caso, foi autuada em fragrante. Portanto, é difícil entender o que leva um homem a fazer a esposa passar por uma situação vexatória e a praticar um crime”.

Fonte: Paraná Centro (Lúcia Lima)


0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon