• Édi Willian Moreira dos Santos

Pai e filho são acusados de estupro contra adolescente em Cambira


Uma investigação conduzida pela Delegacia da Mulher de Apucarana, prendeu nesta quarta-feira dois homens, sendo pai e filho, de 42 e 20 anos respectivamente investigados por estupro de vulnerável de uma adolescente de 13 anos.


As prisões ocorreram em Cambira, onde o filho estava e Borrazópolis, onde foi preso o pai. As investigações iniciaram após relatos da menor, que informou ter sofrido abuso sexual por parte do seu sogro, quando então a polícia identificou também o crime de estupro de vulnerável por parte do seu namorado, de 20 anos, pelo motivo da adolescente apenas os 13 anos.


"O intuito da menor era denunciar apenas o sogro, mas como relatou que mantinha relações com o rapaz, o fato também caracterizou estupro, por ser a vítima menor de 14 anos", explicou a delegada. A Polícia Civil pediu a prisão temporária do pai e do filho e a busca e apreensão da menor, tendo em vista que o suposto namorado proibia a vítima de sair de casa e retornar para a casa dos seus pais biológicos, sendo eles moradores de Cambira.


O namorado da vítima não permitia que a mesma saísse de casa, o que estava interferindo nas investigações, motivo pelo qual foi representado pela busca e apreensão da vítima.


"Ficou apurado que, quando o namorado descobriu que o pai abusava da sua namorada, houve uma briga, sendo o genitor expulso de casa, o qual foi morar em Borrazópolis, cidade onde acabou preso", informou a Polícia Civil.


Caso condenados, os investigados podem pegar até 15 anos de prisão cada um. A moça foi encaminhada para exames periciais e entregue aos pais biológicos. A Delegacia da Mulher contou com apoio da 17ª Subdivisão Policial, de Apucarana. O filho negou que tenha abusado da namorada e diz que ele também é vítima de toda esta situação, inclusive, a moça o defende e não queria a sua prisão. Já o pai, ao ser localizado em Borrazópolis, afirmou que é inocente e jamais cometeu tal crime.

Informações: Berimbau

82 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon