• Édi Willian Moreira dos Santos

Pedágios devem ter redução de 50% na tarifa no Paraná


O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta quarta-feira (13) que o governo federal licitará as concessões de rodovias que formam o Anel de Integração, inclusive os trechos estaduais, cujos contratos expiram em 2021. Ele afirmou que essa decisão é mais acertada e viável para agilizar o processo e que a União concordou com as exigências feitas pelo Estado.


Ratinho Junior explica que o governo federal deu anuência para três exigências feitas pelo Paraná para que o processo tenha sequência: redução de pelo menos 50% no valor atual das tarifas de pedágio; execução de obras de modernização das estradas, como as duplicações que não foram feitas; e implantação de contornos rodoviários, principalmente nas maiores cidades cortadas pelo Anel de Integração.


Ele destacou que em recente reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em Brasília, ficou definida a criação de um comitê de trabalho formado por representantes do Estado e do governo federal para tratar das concessões paranaenses. O governador disse que o ministro concordou com as exigências feitas pelo Paraná e que a primeira reunião conjunta deve acontecer até a próxima semana.


Segundo Ratinho Junior, a decisão de trabalhar as futuras concessões em conjunto com a União vai agilizar o processo. Ele acrescentou que a perspectiva é fazer as licitações em 2020, mesmo que os atuais contratos se encerrem somente no final de 2021.


“A Caixa Econômica Federal já tem um trabalho bem adiantado de concessões de rodovias em âmbito nacional, incluindo o Paraná”, disse o governador ao dar posse ao secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, no Palácio Iguaçu.

Fonte: AEN

159 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon