• Édi Willian Moreira dos Santos

Polícia detém acusado de tráfico em Faxinal


Na manhã desta terça-feira (09) a polícia foi acionada para verificar uma denúncia de tráfico de drogas em Faxinal.


Uma senhora que não quis se identificar ligou na Central (190) informando que na Rua 1, mais preciso na “passarela” estaria ocorrendo uma movimentação estranha, o qual um individuo de Blusa marrom com listras prestas e boné cinza, estaria realizando o comercio de drogas naquela localidade.


Ao chegar próximo ao local fora possível verificar dois masculinos, um com as mesmas características repassadas pela Central e outro homem. Feito buscas pessoais em um jovem, como nada de ilícito com o mesmo fora localizado, fora liberado, já com a pessoa de K, fora localizado a quantia aproximada de 3,7G de substancia análoga à maconha, a quantia de R$ 20,00 e um celular de procedência duvidosa.


Indagado quanto à procedência do celular, K informou que havia adquirido na data de ontem no bairro JK, da pessoa de vulgo “LEO”, juntamente com a droga. Momento em que recebeu uma ligação em seu celular e disse que era uma pessoa vulgarmente conhecida por “ZIKA”, que reside na cidade de Apucarana e estaria lhe trazendo a quantia de 50G de substancia análoga a maconha, sendo possível visualizar que chegou diversas mensagens no celular que estava em sua posse, inúmeras conversas com pessoas solicitando para que K lhe desse um “SALVE” (GIRIA UTILIZADA PELOS USUARIOS PARA OS TRAFICANTES, SOLICITANDO DROGAS”).


Se fez presente ainda no local da abordagem a mãe do jovem e afirmou na frente de K dizendo “MEU FILHO NÃO TRAFICA, ELE TEM PROBLEMA MENTAL, MAS O K É TRAFICANTE, VINDO A AFIRMAR POR DIVERSAS VEZES E OLHANDO NO ROSTO DE K, ELE QUEM FICA VENDENDO CRACK PARA MEU FILHO QUE TEM PROBLEMA MENTAL E ESTA CADA VEZ PIOR DEVIDO AS DROGAS VENDIDAS POR K.


Informou ainda para a equipe policial que já buscou internamento para seu filho, porem não obteve êxito ate o presente momento. Sendo assim a equipe policial deu voz de prisão a K, deslocando ate sua residência para realizar busca domiciliar, onde a busca fora franqueada e acompanhada pela pessoa de V, tio de K, que em conversas distante de K, o Sr. V informou que suspeitava do envolvimento de seu sobrinho com o trafico de drogas, que frequentemente pessoas diferentes procuravam e chamavam com K na referida residência e que o mesmo saia e logo retornava para dentro.


Diante do fato fora realizado a apreensão da substancia entorpecente, o aparelho celular SAMSUNG J4 cor dourada de procedência duvidosa, apreendido a quantia de R$20 Reais e a prisão do autor. Sendo encaminhado ao Hospital Municipal de Faxinal para realizar o exame de corpo delito e posteriormente feito a entrega na 53ªDRP de Faxinal.

0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon