• Édi Willian Moreira dos Santos

Polícia Federal prende senador Delcídio Amaral(PT-MS)



Pela primeira vez na história do Brasil, um senador da república em exercício é preso. Na manhã desta quarta-feira (25). a Polícia Federal prendeu o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo no Senado.

Segundo os investigadores da PF, o senador, que teve seu nome citado nas delações premiadas da Operação Lava Jato, acabou sendo preso por estar atrapalhando as apurações da PF.

Também foram presos pela PF, o banqueiro André Esteves, do banco BTG Pactual, o chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira e o advogado Édson Ribeiro, que também defendeu o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

O senador teria tentado dificultar a delação premiada de Nestor Cerveró, quando o mesmo citou o nome do senador nas irregularidades da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Segundo a PF, o senador chegou a oferecer fuga à Cerveró para que não fosse realizada a delação premiada.

O líder do governo foi citado na delação do lobista conhecido como Fernando Baiano. No depoimento, Baiano disse que Delcídio recebeu US$ 1,5 milhão de dólares de propina pela compra da refinaria.

Também estão sendo realizadas buscas e apreensões no gabiente de Delcídio, no Congresso.

As ações desta manhã foram autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon