• Édi Willian Moreira dos Santos

Polícia flagra casal traficando em Jardim Alegre


A Rotam estava realizando patrulhamento no município de Jardim Alegre, quando avistou um individuo saindo com uma bicicleta de uma residência onde mora duas conhecidas usuárias de droga. Foi realizado abordagem no individuo, sendo um adolescente de 17 anos, onde nada de ilícito foi encontrado, apenas 40 reais em seu bolso. Questionado sobre o que estava naquele local, o mesmo afirmou que havia ido ao local para entregar duas buchas de 20 reais de cocaína para a filha da mulher, disse que estava fazendo as entregas de droga para seu primo e para a namorada dele. Questionado onde seu primo morava e onde vendia as drogas, o adolescente disse que morava na Rua Rosa Vieira Silvério e que ele estaria na frente da residência portando mais 8 buchas de cocaína que estava escondidas em um ursinho branco e preto.


Foi realizado abordagem em outro homem que confirmou que havia comprado da namorada do suspeito duas porções de 20 reais de cocaína e que já havia consumido. A polícia foi até o local onde abordou o casal, sendo que ao colocar as mãos na cabeça, o homem jogou no chão uma porção de cocaína que estava em sua posse. Em seu bolso foi localizado uma carteira contendo 306 reais.


Foi feito busca pessoal com policial feminina na mulher, nada de ilícito foi encontrado. Ao serem indagados sobre as 8 porções que seu sobrinho relatou, o mesmo disse que já havia vendido e que o dinheiro estaria em sua carteira que estava no seu bolso. Perguntado se havia mais droga em sua casa o mesmo disse que havia mais uma porção sem fracionar no seu quarto e que pegaria para a equipe policial.


A polícia acompanhou o homem que pegou a porção maior que estava escondida dentro de um pote om arroz ainda sem fracionar, a porção fracionada pesou 0,23 gramas e a porção sem fracionar pesou 6,5 gramas, que depois de divididas dariam aproximadamente 28 porções. Na mesa da cozinha foi localizado em cima de uma folha de caderno uma porção de cocaína pesando 0,11 gramas.


Perguntado ao homem quanto tempo estava traficando o mesmo disse que a pouco mais de duas semanas. Diante dos fatos descritos e da confissão, foi dado voz de prisão ao casal que apos serem informados sobre seus direitos constitucionais foram encaminhados ao hospital para exame de covid 19 e posteriormente a 54° DRP para as providencias cabíveis.


Foi apreendido na residência alguns objetos que aparentavam ligação com o comercio de drogas e que não conseguiram explicar sua origem, sendo eles um celular, uma balança de precisão, um tablet, um relógio, uma corrente, uma colher e uma tesoura sujas de cocaína e uma espingarda estragada. Sendo esses objetos entregues na delegacia.

0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon