• Édi Willian Moreira dos Santos

Polícia prende três aplicando golpe do registro de gás em Grandes Rios



No início da tarde desta quinta-feira (28), por volta das 12h20min, a Polícia Militar de Grandes Rios foi acionada na Avenida Minas Gerais, em Ribeirão Bonito, onde três indivíduos estava aplicando o golpe do registro de gás.

Segundo informações, três pessoas desconhecidas estavam obrigando moradores a comprar registros de gás. Ao chegar no referido local, um homem de 25 anos e outro homem de 27 anos, estavam no interior da residência e segundo a moradora, uma mulher de 61 anos, os mesmos teriam chegado em sua casa dizendo que estavam vendendo um tipo diferente de registro de gás e que a compra era obrigatória.

A vítima relatou que retiraram o seu registro de gás e colocaram um dos registros que estavam vendendo em seu botijão e que iria comprar o referido produto porque eles afirmaram que era obrigatório, relatou ainda que um dos dois envolvidos pegou o seu registro de gás sem que esta tenha percebido.

Durante a abordagem se recusaram a se colocar em posição de revista, desobedecendo as ordens emanadas pelo policial. Em revista feita nos abordados, foi encontrado no interior da bolsa de um deles, o registro de gás pertencente a vítima. Logo após, uma outra pessoa, um homem de 54 anos, foi abordada, esta estava em outra residência, nas proximidades do local da primeira abordagem.

Segundo restou apurado, o mesmo chegou na residência de outra vitima, Homem de 37 anos, segundo este, e disse que a troca do registro de gás era obrigatória, retirou o registro do seu botijão e instalou outro registro. Durante a ocorrência foi constato que os três envolvidos, venderam registros de gás para mais dois moradores idosos do distrito de Ribeirão Bonito.

Diante dos fatos, os três suspeitos, receberam voz de prisão, todos os objetos que estavam na posse deles foram apreendidos, dentre estes 21 (vinte e um) registros aparentemente novos e 7 (sete) registros usados, todos entregues na Delegacia de Policia de Grandes Rios. Acredita-se que possam ser os mesmos autores de um caso parecido que ocorreu em Cruzmaltina.


1 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon