• Édi Willian Moreira dos Santos

Prefeituras do Vale do Ivaí irão receber dinheiro da repatriação



Estimativa feita pela Confederação Nacional dos Municípios (CMN) aponta que as 399 cidades do Paraná receberão um valor bruto de R$ 386,6 milhões com o programa de regularização de ativos no exterior, a chamada a repatriação de depósitos no exterior que vem sendo feita pelo governo federal.

O valor é bruto porque não inclui o desconto de 20% do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Os valores devem ser repassados às prefeituras até o dia 20 de dezembro, junto com o FPM (Fundo de Participação dos Municípios). No último decêndio de outubro, os municípios brasileiros já haviam recebido R$ 332 milhões da repatriação.

Para a presidente da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi), prefeita Maria Regina Della Rosa Magri (DEM), a chegada destes recursos provenientes do repatriamento é muito importante para os municípios do Vale do Ivaí. Ela assinala que esse ano foi complicado para a região, pois o País atravessa um período conturbado na economia com a eminência de recessão. “Além do mais, 2016 é o último ano de mandato para os prefeitos e todos têm uma série de ações para cumprir antes da conclusão do mandato”, observa.

“Não custa lembrar que uma das principais ações administrativas está em cumprir Lei de Responsabilidade Fiscal, onde os administradores públicos municipais devem honrar compromissos financeiros com folha de pagamento, recolhimento de INSS, fornecedores, precatórios judiciais e outros gastos. Realmente, este dinheiro vem em boa hora para os municípios, amenizando um pouco os problemas deste ano difícil para as pequenas cidades”, comenta a presidente da Amuvi.

O presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e prefeito de Santo Antônio do Sudoeste, Ricardo Ortina (PR), disse que o repasse ajudará a melhorar as receitas dos municípios, garantindo o cumprimento de compromissos financeiros importantes neste final de ano, como o 13º salário do funcionalismo neste final de ano e pendências com fornecedores.

No caso do funcionalismo, a AMP observa que há muitas prefeituras que estão com dificuldades para pagar o 13º salário. Agora, os recursos do repatriamento vão amenizar esta situação.

Conheça os valores que os município do Vale do Ivaí vão receber:

Apucarana - R$ 2.067.152,46

Arapuã - R$ 344.525,41

Ariranha do Ivaí - R$ 344.525,41

Bom Sucesso - R$ 344.525,41

Borrazópolis - R$ 344.525,41

Califórnia - R$ 344.525,41

Cambira - R$ 344.525,41

Cruzmaltina - R$ 344.525,41

Faxinal - 689.050,82

Godoy Moreira - R$ 344.525,41

Grandes Rios - R$ 344.525,41

Ivaiporã - R$ 918.734,42

Jandaia do Sul - R$ 689.050,82

Jardim Alegre - - R$ 459.367,21

Kaloré - R$ 344.525,41

Lidianópolis - R$ 344.525,41

Lunardelli - R$ 344.525,41

Manoel Ribas - R$ 459.367,21

Marilândia do Sul - R$ 344.525,41

Marumbi - R$ 344.525,41

Mauá da Serra - R$ 344.525,41

Novo Itacolomi - R$ 344.525,41

Ortigueira - R$ 689.050,82

Rio Bom - R$ 344.525,41

Rio Branco do Ivaí - R$ 344.525,41

Rosário do Ivaí - R$ 344.525,41

Sabaúdia - R$ 344.525,41

São João do Ivaí - R$ 459.367,21

São Pedro do Ivaí - R$ 459.367,21

Informações: AMUVI


0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon