• Édi Willian Moreira dos Santos

Réus da primeira fase da Publicano começam a ser ouvidos pela Justiça



Serão retomadas nesta segunda-feira (04) as audiências da Operação Publicano, que investiga um esquema de corrupção dentro da Receita Estadual do Paraná. Em Londrina, no norte do Paraná, o juiz Juliano anunciou que ouvirá 45 réus até 15 de abril. Outros 21 prestarão depoimentos por cartas precatórias, cinco tiveram os processos suspensos e dois, Luiz Antônio de Souza e Rosângela Semprebom, já foram ouvidos em março. As audiências criminais fazem parte da primeira fase das investigações.

A Operação Publicano foi deflagrada em março de 2015 e, desde então, foram feitas dezenas de prisões, depoimentos e acordos de delação premiada. As investigações sobre o caso começaram ainda em 2014. De acordo com o MP-PR, uma organização criminosa atuava na Receita Estadual em Londrina cobrando propina de empresários em troca de benefícios fiscais. Conforme a denúncia, auditores fiscais faziam vistas grossas para aliviar multas e irregularidades.

A Justiça iniciou as audiências em fevereiro ouvindo testemunhas do processo, entre elas Marcelo Caramori, ex-assessor do governo do estado. Em março, foram ouvidos os réus-colaboradores Luiz Antônio de Souza e Rosângela Semprebom. Os dois confirmaram o que disseram no acordo de delação premiada firmado com o Ministério Público do Paraná (MP-PR). Logo depois dos dois depoimentos, as audiências foram suspensas para que os advogados dos réus pudessem analisar o processo.

Fonte: G1


0 visualização
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon