• Édi Willian Moreira dos Santos

Samu passa a atender Ivaiporã e mais 15 municípios do Vale do Ivaí



O novo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ivaiporã (Vale do Ivaí) será referência para atender casos de urgência e emergência em 16 municípios da região, que concentram 138 mil pessoas. São quatro ambulâncias, sendo uma com suporte avançado de UTI. O serviço começou a operar nesta sexta-feira (26). Este é o 11° Samu Regional implantado no Paraná desde 2011. "Antes da gestão do governador Beto Richa, só havia Samu em 15 municípios. Hoje o serviço já está presente em 336 cidades, cobrindo quase 90% da população paranaense”, disse o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, na solenidade. “Isso mostra claramente o quanto temos avançado na área da Saúde ao longo dos últimos anos", destacou. Em 2010, o Paraná tinha centenas de ambulâncias paradas nos pátios das prefeituras sem poder circular por conta de problemas de gestão. O motivo era a falta de uma política organizada na área de urgência e emergência. "Era preciso implantar centrais regionais de regulação para organizar o fluxo de atendimento dos pacientes. Por isso, trabalhamos junto às prefeituras para criar estes serviços, repassando incentivos de custeio, capacitando as equipes e dando todo o suporte necessário para colocar o Samu em funcionamento", afirmou o secretário. Para a operação dos Samus, o custo é compartilhado entre municípios, Estado e União. Ao todo, o governo estadual investe mais de R$ 3,2 milhões por mês em incentivos de custeio aos Samus Regionais. Esta é uma das maiores contrapartidas estaduais do País e auxilia no pagamento de despesas com pessoal, manutenção de equipamentos e veículos, entre outros. Para o prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, a inauguração do Samu consolida um trabalho de muitos anos. "Esse sonho começou lá atrás, em 2009, e hoje se tornou realidade. Fruto de um trabalho articulado entre as prefeituras da região do Vale do Ivaí e o Governo do Estado, que se juntaram para tirar este projeto do papel", comemorou. A partir de agora, a população do Vale do Ivaí terá acesso à Central 192. Em situações de urgência e emergência, basta ligar para este telefone para receber assistência. Dependendo da gravidade do caso, uma ambulância ou até um helicóptero é deslocado para atender a ocorrência e encaminhar o paciente ao hospital ou outra unidade mais preparada para aquela situação. Segundo o médico coordenador da Rede Paraná Urgência, Vinícius Filipak, este é o grande diferencial da implantação do Samu. "O sistema de saúde é todo interligado e trabalha em rede. Com isso, o paciente pode ser atendido no tempo certo e com estrutura e equipe mais adequada para o caso. Por isso, podemos dizer que certamente hoje é um dia histórico para esta região", explica. Filipak comenta que a organização estabelecida na rede com a implantação do Samu reduz significativamente o tempo de resposta às demandas de urgência. "Um atendimento em tempo oportuno aumenta as chances de sobrevivência do paciente e ainda diminui o risco de que ele tenha possíveis sequelas após sua recuperação plena", relatou. As bases do Samu do Vale do Ivaí estão instaladas em Ivaiporã (duas ambulâncias, sendo uma UTI móvel), São João do Ivaí (uma ambulância) e Manoel Ribas (uma ambulância). Além desses três municípios, elas vão operar também em Arapuã, Ariranha do Ivaí, Cândido de Abreu, Cruzmaltina, Godoy Moreira, Jardim Alegre, Lidianópolis, Lunardelli, Mato Rico, Nova Tebas, Rio Branco do Ivaí, Rosário do Ivaí e Santa Maria do Oeste. Já a Central de Regulação ficará em Umuarama, junto ao Samu Noroeste. A equipe é formada por quase 40 profissionais, entre condutores, enfermeiros, técnicos em enfermagem, socorristas, médicos intervencionistas e demais funcionários administrativos. Eles atuarão em regime de plantão 24 horas, garantindo assistência durante todos os dias da semana. Durante a solenidade, foram anunciados novos investimentos na saúde da região. Nos próximos dias, o governo estadual deve repassar R$ 1,3 milhão para seis prefeituras adquirirem equipamentos de fisioterapia e ambulâncias, vans e outros veículos para o transporte de pacientes. Ivaiporã, por exemplo, receberá R$ 450 mil para a compra de um ônibus de 44 lugares. Também serão beneficiados Arapuã, Jardim Alegre, Santa Maria do Oeste, São João do Ivaí e Rosário do Ivaí.

Fonte: AEN


2 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon