• Édi Willian Moreira dos Santos

STJ nega pedido de Richa para trocar testemunhas em caso onde ele é réu



O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido da defesa do governador Beto Richa (PSDB) para dispensar o depoimento de três testemunhas na investigação que apura se a campanha do tucano recebeu dinheiro de propina do esquema de corrupção na Receita Estadual do Paraná.

A defesa do governador havia pedido para que Luiz Abi Antoun, parente de Richa, Márcio Alburquerque, ex-chefe da Receita em Londrina e Luiz Antônio de Souza, auditor fiscal, não depusessem. Todos são réus em ações derivadas da Publicano.

A alegação da defesa é de que eles já haviam prestado declarações no âmbito da Operação Publicano, que deu origem à investigação de Richa pela Procuradoria-Geral da República. No entendimento do ministro do STJ João Otávio de Noronha, porém, apesar de já terem prestado depoimentos, as testemunhas devem ser ouvidas novamente para esclarecerem fatos da investigação.

A assessoria do governador informou que não comentaria a decisão. Richa é investigado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Fonte: G1


2 visualizações
  • Instagram
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon